Arquivo do autor:Leonardo Miranda

Sobre Leonardo Miranda

Professor de geografia, graduado pela Universidade Federal de Minas Gerais, mestre em geografia humana na mesma instituição. Professor de cursos preparatórios, Enem, concursos em geral.

27
jun

8 razões pelas quais os britânicos votaram pela saída da União Europeia

A saída da União Europeia venceu por uma margem apertada – 51.9% a 48,1% – no plebiscito realizado nesta quinta-feira no Reino Unido, o que mostra uma grande divisão no país.

Confira abaixo alguns dos fatores que determinaram o veredito dos britânicos, que deve ter consequências profundas no mundo.

_90088692_d7839fb5-ed87-43e0-b137-f4b697cb5599
1. O peso (ou não) da economia

O público britânico foi bombardeado de alertas sobre como ficaria mais pobre caso escolhesse sair da União Europeia. Mas isso parece não ter convencido muito.

Especialistas do FMI (Fundo Monetário Internacional), da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) e de várias outras organizações se pronunciaram afirmando que o crescimento econômico seria prejudicado, o desemprego aumentaria, o valor da libra cairia e as empresas britânicas ficariam em uma espécie de terra de ninguém fora do bloco.

Internamente, o Bank of England levantou a hipótese de recessão e o governo afirmou que poderia ser obrigado a aumentar o imposto de renda e cortar os gastos no serviço público de saúde (o NHS), na educação e na defesa.

Além disso, o presidente americano, Barack Obama, sugeriu que a Grã-Bretanha voltaria para “o fim da fila” nos acordos com os Estados Unidos.

Enquanto alguns partidários da permanência na UE admitiam que o chamado “Projeto Medo” estava indo longe demais, os defensores da saída foram rápidos em afirmar que o temor era espalhado pelas elites ricas.

24
jun

UFBA cria Programa de Bolsas Milton Santos voltado à graduação e pós

miltonsantos
Recursos virão de doações da viúva do geógrafo

Estudantes de graduação e de pós-graduação da Universidade Federal da Bahia poderão se beneficiar com bolsas de Iniciação Científica, Mestrado e Doutorado, financiadas com recursos do Programa de Bolsas Milton Santos, que será lançado às 17h, desta sexta-feira (17/06).  A cerimônia, que acontece na antessala do Gabinete do Reitor, contará com a assinatura do Termo de Doação pelo Reitor João Carlos Salles e pela viúva do professor Milton Santos, Sra. Marie-Hélène Tiercelin Santos, que doará os fundos para o financiamento de 10 bolsas de Iniciação Científica, 3 bolsas de Mestrado e 1 bolsa de doutorado, sendo que 5 delas sempre serão destinadas à área de Geografia.

23
jun

Por que ainda existem pessoas que têm certeza de que a Terra é plana?

Terra Plana

A Terra não é plana. Esta é uma verdade incontestável obtida através de anos de pesquisa e, posteriormente, a observação registrada. Na verdade, a ideia da Terra esférica é conhecida desde a Grécia Antiga.  Porém, apesar de parecer algo claro e óbvio, muitas pessoas – incluindo celebridades atuais – costumam fazer declarações na internet alegando que a Terra é plana. Eles alegam que a NASA guarda este segredo por décadas, por algum interesse “inexplicável”.

19
jun

A perda de ecossistemas naturais é uma das maiores causas de emissões de gases-estufa no mundo

A perda de ecossistemas naturais é uma das maiores causas de emissões de gases-estufa no mundo, contribuindo mais para as mudanças climáticas do que todos os carros, aviões e navios do planeta juntos. Porém, muito menos conhecidos são os efeitos da degradação de áreas que ainda são ocupadas por sua vegetação natural. Descobertas recentes mostram que essa degradação pode gerar enormes emissões de carbono até então despercebidas tanto pelo governo quanto pela comunidade científica. É uma destruição que ninguém vê.

desmatamento