Arquivo do autor:Mundo Geográfico

Sobre Mundo Geográfico

Site do Professor Leonardo Miranda | Tudo sobre Geografia

03
abr

Cratera na África pode confirmar teoria da divisão do continente em dois

As discussões na comunidade científica sobre a forma como o continente africano se divide em dois continentes foram reavivadas depois de, no dia 19 de março, ter aparecido no Quênia uma gigantesca fissura, que rasgou ao meio um vale e cortou uma estrada importante da região do Narok, no oeste do país.

A enorme fissura, com vários quilômetros de comprimento, tem cerca de 15 metros de profundidade e mais de 20 de largura, mas não é o primeiro fenômeno desse tipo que se manifesta no continente africano. Há dezenas ou centenas de pontos fracos ao longo do chamado Grande Vale de Rift, que atravessa o continente do Chifre da África, na Somália, até Moçambique.

A formação, também conhecida como Vale da Grande Fenda, é um complexo de falhas tectônicas criado há cerca de 35 milhões de anos com a separação das placas tectônicas africana e arábica, e se estende por cerca de 5 mil km no sentido norte-sul, com largura que varia entre 30 e 100 km e uma profundidade de centenas a milhares de metros. Continue lendo

03
abr

O ser humano é um ser geográfico (Geografia para a vida)

Você pode até não saber, mas é um ser geográfico, assim como todos os animais o são. É da natureza humana estabelecer caminhos, definir e demarcar territórios, contemplar ou produzir paisagens, dividir o todo em regiões e relacionar-se com o espaço. Mas o que é esse tal de espaço, afinal? Será que quando tropeçamos e caímos damos de cara com ele? Muitas são as definições de espaço, e de fato não é nada fácil defini-lo.

Uma das definições mais claras de espaço para mim foi cunhada pelo grande geógrafo brasileiro Milton Santos. Pare ele o espaço deve ser considerado “como um conjunto indissociável, de que participam, de um lado, certo arranjo de objetos geográficos, objetos naturais e objeto sociais, e de outro, a vida que os preenche e os anima, ou seja, a sociedade em movimento. (SANTOS, 2008, p. 28) Continue lendo

29
mar

Estação espacial chinesa pode cair na Terra em questão de dias

Destroços de uma estação espacial chinesa desativada podem cair na Terra até sexta-feira, segundo cientistas que monitoram a trajetória dos objetos.

A estação Tiangong-1 foi a primeira etapa de um ambicioso programa espacial chinês e o protótipo para uma estação tripulada programada para 2022.

Ela foi colocada em órbita em 2011 e desativada cinco anos depois, quando completou sua missão.

Sempre foi esperado que ela caísse de novo na Terra, mas o momento exato e o local de impacto são difíceis de predizer – já que a enorme nave não é mais controlada.

A mais recente estimativa de reentrada na atmosfera é para o período entre os dias 30 de março e 2 de abril.

A maior parte da estação deve queimar e se vaporizar ao entrar na atmosfera, mas parte dos destroços pode acabar chegando à superfície. Continue lendo

29
mar

O misterioso rio de ferro líquido descoberto no centro da Terra

Cientistas dizem ter descoberto um rio de ferro líquido no centro da Terra, correndo debaixo do Estado americano do Alasca e da região russa da Sibéria.

Essa massa ambulante de metal foi detectada graças aos satélites europeus Swarm – um trio que está mapeando o campo magnético da Terra para entender seu funcionamento. O campo protege toda a vida do planeta contra a radiação espacial.

Para os cientistas, a existência do rio de ferro líquido é a melhor explicação para uma concentração de forças no campo magnético terrestre que os satélites registraram no Hemisfério Norte.

“É uma corrente de ferro líquido que se move cerca de 50 km por ano”, explica Chris Finlay, da Universidade Técnica da Dinamarca.

“É um líquido metálico muito denso e é preciso uma quantidade enorme de energia para movê-lo. É provavelmente o movimento mais rápido que temos no manto terrestre” disse ele à BBC. Continue lendo