Arquivos da categoria: Climatologia

10
dez

Maior aquífero do mundo fica no Brasil e abasteceria o planeta por 250 anos

Imagine uma quantidade de água subterrânea capaz de abastecer todo o planeta por 250 anos. Essa reserva existe, está localizada na parte brasileira da Amazônia e é praticamente subutilizada.

Aquífero Brasil

Aquífero Brasil

Até dois anos atrás, o aquífero era conhecido como Alter do Chão. Em 2013, novos estudos feitos por pesquisadores da UFPA (Universidade Federal do Pará) apontaram para uma área maior e deram uma nova definição.

“A gente avançou bastante e passamos a chamar de SAGA, o Sistema Aquífero Grande Amazônia. Fizemos um estudo e vimos que aquilo que era o Alter do Chão é muito maior do que sempre se considerou, e criamos um novo nome para que não ficasse essa confusão”, explicou o professor do Instituto de Geociência da UFPA Francisco Matos.

28
set

Diversidade da Amazônia pode ajudar economia e floresta, diz estudo

Novas tecnologias possibilitam novos potenciais usos da biodiversidade. Aplicações tecnológicas podem ajudar proteção da floresta, e vice-versa.

Amazônia

Biodiversidade amazônica pode ganhar novas aplicações (Foto: Globo Repórter)

O uso econômico da biodiversidade da Amazônia, em diálogo com os avanços da chamada Quarta Revolução Industrial (inteligência artificial, robótica, internet das coisas, genômica, edição genética, nanotecnologias, impressão 3D ) é uma via capaz de mudar o destino a que a maior floresta do planeta parece estar condenada caso sigamos no atual modelo de desenvolvimento da região, diz um estudo publicado nesta segunda (19) no periódico “Proceedings of the National Academy of Sciences” (PNAS).

30
jun

Brasileiro desenvolve sistema natural para tratamento de esgoto

O sistema foi tão bem sucedido que recebeu destaque em um dos concursos realizados pela Agência Nacional de Águas.

 

tanquederaizes

Um dos grandes problemas de áreas rurais por todo o país é a falta de acesso a sistemas de tratamento de esgoto. Em consequência disso, muitas comunidades acabam despejando dejetos sem tratamento em áreas de mananciais. Diante desta dificuldade, o engenheiro ambiental Jonas Rodrigo dos Santos desenvolveu um sistema natural, que retira a maior parte das impurezas e evita a contaminação da água.