12
abr

Cientistas criaram estufa na Antártida Capaz de Cultivar Vegetais sem Solo ou Luz Solar

O cientista do DLR, Paul Zabel, desfruta de algumas de suas plantações antárticas. DLR via Flickr

Cientistas alemães trabalhando na Antártida conseguiram cultivar verduras sem solo ou luz solar. Desde a primeira colheita, os cientistas conseguiram juntar 8 quilos de vegetais diferentes.

Isso ajudará os cientistas que trabalham em viagens espaciais de longo alcance a encontrar uma solução para alimentar os astronautas.

Missões Espaciais tripuladas

Cientistas do Centro Aeroespacial Alemão estão trabalhando no projeto EDEN-ISS. Eles estavam tentando encontrar uma maneira de cultivar durante missões tripuladas no espaço. Os cientistas trabalharam na Antártida para imitar as condições de Marte ou Lua.

Pesquisadores trabalharam na Neumayer Station III, da Alemanha, em um laboratório do tamanho de contêineres. A partir do primeiro rendimento, eles conseguiram cultivar com sucesso ervas, alface, rúcula e rabanetes vermelhos.

Eles foram capazes de CULTIVAR 8 quilos de legumes dentro de uma estufa de alta tecnologia. Fora da estação de pesquisa, as temperaturas chegavam abaixo dos -4 graus Fahrenheit (-20 graus Celsius). Os cientistas esperam que em maio eles possam coletar entre 9 e 11 libras de frutas e vegetais por semana de seus esforços.

A NASA já conseguiu cultivar vegetais na Estação Espacial Internacional. O que o projeto EDEN-ISS espera conseguir é produzir uma gama maior de vegetais para possíveis missões a Marte ou à Lua.

Os cientistas se gabaram de que esta foi a primeira salada fresca da Antártida . Eles também notaram que o sabor dos vegetais era como se tivessem acabado de colher os vegetais frescos do jardim.

EDEN ISS Project

Esta missão trabalhou para testar exatamente como os astronautas poderão se sustentar enquanto estão no espaço. Haverá missões tripuladas a Marte e a lua que procurará colonizar os dois mundos. EDEN ISS é um consórcio de especialistas europeus, americanos e canadenses em voos espaciais tripulados e CEA.

Na declaração de missão, EDEN ISS diz que seu objetivo é avançar tecnologias de agricultura de ambiente controlado (CEA) além do estado-da-arte. Também afirma que se concentra na demonstração de tecnologias de cultivo de plantas e como elas podem ser aplicadas a missões humanas no espaço.

Atualmente, a tecnologia feita pela EDEN ISS está a bordo da Estação Espacial Internacional. Ela espera desenvolver um sistema avançado de distribuição de nutrientes, um sistema de iluminação LED de alto desempenho, um sistema de detecção e descontaminação biológica e procedimentos e tecnologias de qualidade e segurança alimentar.

EDEN ISS é um projeto de quatro anos no âmbito do Programa de Ação de Pesquisa e Inovação da União Europeia Horizon 2010 sob o tema “Exploração do espaço / Suporte à vida”. O projeto está programado para concluir em fevereiro de 2019.

 

Tradução adaptada. Mundo Geográfico. Publicado originalmente em TechTimes

Deixe uma resposta