23
mar

Fusos Horários: você sabe como funciona?

A determinação das horas no mundo até o século XIX era realizada com base no movimento aparente do Sol. Cada localidade apresentava um horário próprio, ajustado ao meio-dia, momento em que o  sol estivesse a pino, ou a zênite, iluminando perpendicularmente o meridiano correspondente a localidade. Dessa forma, pode-se afirmar que cada ponto localizado na superfície terrestre possui uma hora diferente de qualquer outro situado em um meridiano que não fora escolhido inicialmente como padrão.

SOL

Os diversos horários causavam transtornos às empresas de transporte,  e principalmente as atividades comerciais.  Pensando nos problemas gerados pela multiplicidade de horários, foi estabelecida em outubro de 1884, na Conferência  Internacional do Meridiano, em Washington (EUA). Foi estabelecido que a cada 15° de longitude a hora seria alterada:

  • a esfera terrestre tem 360° de circunferência;
  • através do movimento de rotação a Terra demora 24h para completar uma volta em torno do seu eixo de inclinação;
  • Logo, 360o  dividido por 24h é igual a 15o/h, ou seja, cada um dos 24 fusos da Terra terá 15o de amplitude.

A hora legal ou oficial é determinada pelo meridiano central de cada faixa de 15o de longitude.  A conferência em Washington  também estabeleceu que o fuso horário de referência seria delimitado com base na longitude 0 ou no Meridiano de Greenwich, localizado no Parque Real de Greenwich,  em Londres.

GREENWICH

GREENWICH 2

Os 12 fusos a esquerda do Greenwich Mean Time (GMT) apresentam horário atrasado em relação ao próprio GMT, enquanto que os 12 que se encontram a direita do GMT  horas adiantadas.

Fusos Teóricos

FUSOS TEÓRICOS

Fusos Práticos

mapa2

 Obs: o Brasil nesse mapa apresenta três fusos, o que 2013 foi alterado, quando voltamos a ter 4 fusos.

 Alguns países, como a Venezuela, passaram a adotar o fuso horário “quebrado”. No caso venezuelano, o fuso horário adotado passou a partir de 2007 a ser  4h e 30 min atrasado em relação ao GMT (se não fosse “quebrado”, seria de -5h). A mediada adotada ainda no governo Chávez foi justificada pelo argumento da melhoria da adaptação do metabolismo humano ao despertar de todas as manhãs. Com a alteração, os venezuelanos passaram a acordar juntamente com o com os primeiros raios de Sol.

E o Brasil?

Desde de novembro de 2013 o Brasil voltou a ter 4 fusos atrasados em relação ao GMT. Essa mudança ocorreu devido ao retorno do fuso horário do Acre (e um pedaço do Amazonas), que  foi extinto a partir de 2008, mas que retornou ano passado.

brasil

Fonte: Almanaque Abril 2014.

É comum ao analisarmos o mapa de fusos do Brasil nos perguntarmos sobre o por quê deles serem quatro e não um único. A resposta está relacionada à grande extensão (largura) do território em sua parte norte. A Federação Russa, por exemplo, tem o maior território do mundo, e por isso é “cortada” por 11 fusos horários! Se tivéssemos um único fuso horário algumas situações estranhas aconteceriam, por exemplo, quando o Sol nascesse no ponto mais a leste do Brasil (ilhas oceânicas), que estivesse na outra extremidade do país (estado do Acre), demoraria ainda um bom tempo para ver o raiar o Sol, mesmo considerando que nos dois casos o horário seria o mesmo.

Todos os anos no mês de Outubro (terceiro final de semana), adiantamos nossos relógios em 1 hora, que assim permanecem até o término do Horário de Verão (terceiro final de semana de Fevereiro). Com essa medida, o governo brasileiro espera promover a economia de eletricidade em dos períodos de maior consumo (lembre-se dos aparelhos de refrigeração, dos banhos demorados, etc). No entanto, alguns estados brasileiros permanecem de fora do Horário de Verão. Eles estão localizados nas regiões Norte e Nordeste, que por estarem em baixas latitudes não carecem da adoção do horário de Verão, já que o período de luminosidade é naturalmente maior durante o final da Primavera e durante o Verão.

 brasil 2

No próximo post vou falar um pouco sobre a resolução exercícios de fuso!

Forte abraço!

Léo

Deixe uma resposta