04
jul

Um mapa-múndi noturno ‘online’ para combater a poluição luminosa

Pesquisadores querem conscientizar sobre o impacto da luz artificial com o projeto ‘Cities at Night’

LAURA GÓMEZ MESTRE

O astrofísico Alejandro Sánchez buscava informações sobre fontes de poluição luminosa para sua tese quando encontrou um arquivo da NASA com milhares de imagens da Terra tomadas por astronautas da Estação Espacial Internacional, coloridas e de boa qualidade, mas completamente desorganizadas. Foi assim que, em 2014, teve início o projeto Cities at Night (cidades à noite), desenvolvido por astrofísicos e físicos da Universidade Complutense de Madrid (UCM) para conscientização sobre a poluição luminosa.

04
jul

Ações para cuidar de um planeta asfixiado pelo plástico

Reduzir o uso desse material se tornou o principal desafio ambiental ao lado mudança climática. Consumidores, instituições e empresas começam a tomar medidas

Artigo publicado no site EL PAIS

O cachalote achado em uma praia em Múrcia (sudeste da Espanha) em fevereiro estava morto havia 15 dias. Foi no cabo de Palos, perto do farol. Nas fotos feitas pelas equipes de resgate, o animal aparece na beira do mar, sozinho, enorme, deslocado. Um trator rebocou-o para terra. Foi medido e pesado. Seus 6.520 quilos foram levados a um armazém. Dez metros de mamífero inerte ficaram no chão. Uma equipe do Centro El Valle de Recuperação da Fauna Silvestre realizou a necropsia. Colocaram-no de lado e começaram a cortar. Usaram serras, facas e machados. Naquele estado de decomposição, explica Fernando Escribano, um dos veterinários que participaram da operação, não esperavam averiguar grande coisa. A ideia era obter amostras de seus órgãos para analisá-las. Mas enquanto avançavam através da carne e da gordura, posicionados praticamente dentro do animal, descobriram que todo o aparelho digestivo, dos estômagos ao reto, estava cheio de plástico. Tiraram de seu interior 29 quilos de sacos plásticos e de ráfia, cordas, um pedaço de rede, uma bolsa de praia e uma lata. Limparam e classificaram o material. Ao terminar, tinham uma causa mortis clara, a roupa empesteada com o cheiro de gordura rançosa e uma persistente sensação de tristeza.

04
jul

Mapa simplificado das religiões africanas

Mapa criado por Reddit User Kurupt4Ever

Tradução livre: Brilliant Maps

O mapa acima mostra que o Islã domina o norte e o leste do continente, enquanto o cristianismo domina o Sul e o Ocidente, onde outras religiões nativas e folclóricas estão sendo espalhadas por toda parte.

Os dados vêm do centro de pesquisa Pew e mostra que os cristãos compõem 50,9% da população da África, seguido por muçulmanos em 43,3% e outros com 5,8%. É importante notar que a realidade no terreno é muito mais complicada do que o mapa pode mostrar.

04
jul

Pesquisa encontra ‘rios perdidos’ e malha hidrográfica do planeta deve ser 44% maior

Superfície de rios e riachos – exceto os congelados – é de 773 mil quilômetros quadrados, segundo pesquisa realizada pelo Departamento de Pesquisas Geológicas da Universidade da Carolina do Norte, nos EUA.

Fonte: BBC

Mapa mostra método que chegou ao mês ideal do ano para medir cada um dos rios (Foto: Divulgação/Science)

Um estudo publicado na revista ‘Science’ nesta quinta-feira conseguiu mostrar, graças a novas tecnologias, que a área coberta por rios no mundo é, no mínimo, 44% maior do que se acreditava.

No total, a superfície de rios e riachos – dos caudalosos aos mais ínfimos, excetuando-se apenas aqueles congelados – é de 773 mil quilômetros quadrados, segundo pesquisa realizada pelo Departamento de Pesquisas Geológicas da Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

“As superfícies turbulentas dos rios e riachos são pontos naturais de intercâmbio biogeoquímico com a atmosfera. Em escala global, o fluxo de gases entre rios e atmosfera, gases como o dióxido de carbono, depende diretamente da proporção da superfície coberta pelos rios”, contextualiza o geógrafo George Allen, da Universidade Texas A&M.

“Para chegar aos resultados, utilizamos um banco de dados global de hidromorfologia e uma abordagem estatística. Mostramos que a área global da superfície dos rios é de 773 mil quilômetros quadrados, até 44% maior do que estimativas espaciais anteriores”, explica o geógrafo Tamlin Pavelsky, professor de hidrologia global da Universidade da Carolina do Norte.