02
fev

Quando migrar é vontade. Quando migrar é preciso.

 

Captura de Tela 2016-02-02 às 20.41.38

Disponível em: http://noticias.uol.com.br/album/2015/04/20/crise-de-imigracao-na-europa.htm#fotoNav=308

Por Guilherme Vilela, professor de Geografia da Rede Chromos de Ensino

Deixar o seu lugar de moradia, especialmente quando é também seu local de nascimento, não é uma decisão fácil. A relação dos grupos humanos com o espaço, sobretudo após a sedentarização das sociedades, ficou cada vez mais estreita. À medida que o homem modificava o espaço, este também se mostrou responsável por inserir no sujeito características do lugar que ocupa. Assim, a relação sociedade-meio é um forte elo entre as duas partes.

Deixar para trás toda uma história construída em determinado território, distanciar-se de amigos e entes queridos é uma realidade que se observa em vários países do mundo, principalmente naqueles em que as condições de vida são precárias ou vivem situações de instabilidade, ocasionadas por conflitos ou catástrofes naturais.

Estas duas situações originam os principais tipos de movimentos migratórios. De um lado os MIGRANTES VOLUNTÁRIOS (aqueles que buscam melhores condições de vida), do outro, os MIGRANTES FORÇADOS -REFUGIADOS- (aqueles que se deslocam para fugir de conflitos ou quando são atingidos por grandes catástrofes naturais).

Continue lendo

31
jan

Reeditando o passado: nova crise do petróleo?

petroleo

(Foto: Reuters)

No final de 2015 o preço do barril de petróleo começou a atingir valores que ligaram a luz de alerta dos principais produtores mundiais. Cotado próximo de US$30, 00 o barril (em dezembro de 20015), os países da OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), a maior parte deles localizados no Oriente Médio, passaram a buscar estratégias para realavancar as vendas, como por exemplo, aumentando o comércio dessa importante commodity mineral com a China, e outros países do Sudeste Asiático, como a Coreia do Sul.

barril-petróleo

A estratégia, porém, começou a apresentar problemas quando a economia chinesa passou a apresentar instabilidades que até então não haviam sido observadas, principalmente com a desaceleração do crescimento do PIB (Produto Interno Bruto).

Algumas perguntas surgem nesse momento:

Continue lendo

12
out

Aula de Geografia, Enem 51

Fala, galera!

Olha aí os slides da aula do Enem 51, módulo 17! Aproveito para disponibilizar os vídeos que usei na aula e mais alguns sobre as competências trabalhadas.

 

Teste de Geografia:

 

Debate sobre imigrantes:

Campanha da Anistia Internacional contra a Xenofobia/Racismo:

Para pensar

Forte Abraço!

Léo!

09
ago

O “cemitério” de imigrantes

Captura de Tela 2015-08-08 às 23.27.45

No último dia 19 de abril o mar Mediterrâneo foi palco de mais uma tragédia envolvendo migrantes que partiram do Norte da África rumo a ilha de Malta, Lampedusa e Scilia, essas duas últimas territórios italianos.

Embarcações em condições péssimas de navegabilidade, em sua maioria, usadas por pescadores na costa norte e oeste africana, cruzam o Mediterrâneo quase todos os dias transportando migrantes clandestinos rumo a uma Europa idealizada como a única saída de uma vida repleta de dificuldades, principalmente econômicas.

Continue lendo